Osteopata Pedro Marinheiro
Anúncios

Aulas de Libertação Miofascial na EMAC

Temos o prazer e a alegria de sermos professores no Curso de Terapia de Libertação Miofascial na EMAC – Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto. É uma experiência que tem sido maravilhosa a todos os níveis. Na nossa Clínica com os nossos pacientes temos tido a oportunidade de crescer todos os dias. E agora temos o prazer e a alegria de podermos ensinar, partilhar, aprender e crescer como professores, profissionais, terapeutas e seres humanos com os nossos alunos.

A Terapia de Libertação Miofascial:

É uma completa e multidisciplinar técnica para restaurar a saúde. Integra e incorpora um leque muito vasto de técnicas provenientes de vários sistemas e abordagens ao tratamento, libertação e equilíbrio da fáscia.

Mais informação no site da Escola:

http://emac-edu.com/course/21-curso-intensivo-de-terapia-de-libertacao-miofascial

Aproveitamos este post para desejar um Ano de 2016 pleno de Saúde e Harmonia a todos os que connosco partilham este caminho,

Pedro e Sónia Marinheiro

libertacao_fascial

 

 

Anúncios

Almofada para mulheres grávidas

Temos já há alguns anos, esta grande ajuda que está nas fotos, para as nossas pacientes grávidas. É sem dúvida uma ajuda preciosa especialmente na fase final da gravidez. Podemos tratar com toda a segurança e conforto a futura mamã e bebé! Que o digam as nossas pacientes que já usufruíram desta ajuda. Conseguimos dar grande qualidade e minorar as dores lombares  e lombalgias, nas semanas antes do parto!

cojin_con_soporte_para_la_cabeza_y_brazos_40400_14002 40400_2

Mais uma vez repetimos:

A Osteopatia pode ajudar a proporcionar alívio de dores, melhorando a qualidade de vida e permitindo desfrutar da sua gravidez de forma confortável.

A segurança da mãe e do bebé são as principais preocupações do Osteopata. As técnicas osteopáticas são perfeitamente seguras em todas as fases da gravidez.

A gravidez não é uma doença, mas o sofrimento da mãe põe em sofrimento o bebé

Tratamentos de Lombalgia no Porto

Cá está uma imagem que vale por muitas palavras e uma pequena ideia sobre as lombalgias e dores lombares. A Medicina Osteopática é altamente eficaz para auxiliar pacientes com este tipo de patologia. Não deixe de nos contactar e visitar, no nosso consultório no Porto, na Rua da Boavista 754 2º esq, mais informações ligue, para 913854966, ou mail: pedromarinheiro@hotmail.com

 

lombalgia

Pode a Osteopatia ajudar na Depressão?

Mais de 350 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão ou problemas mentais, segundo nota divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), publicada por ocasião do Dia Mundial da Saúde Mental, que acontece nesta quarta-feira (10).
De acordo com estimativas da OMS, a depressão é comum em todas as regiões do mundo. Um estudo realizado com o apoio da OMS mostra que em torno de 5% de pessoas sofreram com a depressão no último ano.
“As mulheres são mais propensas a sofrer com a depressão do que os homens”, explicou Shekhar Saxena, diretor do Departamento de Saúde Mental e Abuso de Substâncias Psicoativas da OMS.
Assim, o número de mulheres afetadas pela depressão é 50% mais elevado que o dos homens, explicou ainda. Esta maior prevalência nas mulheres se deve principalmente à depressão pós-parto que afeta até uma em cada cinco.
A depressão, segundo a OMS, é diferente das mudanças de humor mais comuns. Ela se manifesta por um sentimento de tristeza que dura, ao menos, duas semanas, e que impede a pessoa de levar uma vida normal.
É fruto da interação de fatores sociais, psicológicos e biológicos. Em muitas ocasiões, está relacionada com a saúde física. Uma doença cardiovascular pode, por exemplo, desencadear a depressão no enfermo.
Além disso, em circunstâncias particulares, como as dificuldades econômicas, o desemprego, as catástrofes naturais e os conflitos podem aumentar o risco de a pessoa sofrer com a depressão.
Nos casos mais graves, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de um milhão de pessoas se suicida a cada ano e uma grande porcentagem delas padece de depressão profunda.
Desenvolvimento
Mais de 50% das pessoas que se suicidam sofriam de depressão, segundo Saxena, que, por outro lado, explica que, quanto mais desenvolvido é o país, mais aumenta a incidência da doença em sua população.
Devido ao estigma que implica esta doença, muitos dos portadores de depressão não admitem que estão doentes. Além disso, segundo o especialista, a depressão muitas vezes está mal diagnostica nos jovens e crianças.
A primeira etapa do tratamento consiste em admitir que se sofre com a doença e buscar ajuda, enfatiza a OMS, que precisa em um comunicado que “quanto antes se coloca o tratamento em andamento, mais eficiente ele é.
Estes tratamentos são do tipo psicossocial e farmacológico. Por outro lado, “a participação ativa das pessoas deprimidas e de seus parentes no tratamento é essencial”, segundo a OMS.
“Existem tratamentos muito eficazes contra a depressão. Infelizmente, menos da metade das pessoas deprimidas recebem os cuidados de que necessitam. Esta cifra é, inclusive, inferior a 10% em muitos países”, conclui Saxena.

Ora a Osteopatia com a sua abordagem holística, encarando o paciente como um todo. Trabalhando as várias restrições existentes no organismo do mesmo poder ser uma ajuda preciosa no combate à depressão.

Por outro lado a própria abordagem do toque físico, que é utilizada na Osteopatia e outras ferramentas que o terapeuta poderá também utilizar, como técnicas de trabalhar os tecidos, orgãos e articulações, como Miofascial, ou Terapia Sacro Craniana, poderão potenciar em muito a cura e a capacidade de auto-cura que os pacientes possuem.

Terapia Sacro Craniana, Gravidez e Bebés – Tratamentos no Porto

Como pais, desejamos tudo de bom para os nossos filhos.

Quando eles não estão bem, também nós já não estamos bem.Os problemas deles acabam por serem os nossos problemas.Isto cria-nos problemas de vária ordem, desde “dores de cabeça”, despesas, faltas ao trabalho e muitos transtornos.Muitas das vezes a resposta do médico é sempre a mesma, “não tem nada”, “isso vai passar” e outras do género.De facto assim é. No entanto muitas das vezes pode-se fazer algo para que isso aconteça menos vezes ou para que a recuperação seja mais rápida.

Se pensarmos um pouco, vemos que o nascimento é quase sempre um acontecimento traumático na vida do novo ser.Ele sai de um local onde já não tinha mais espaço para um espaço livre. A mudança é grande e tal como nós, também ele precisa de tempo para se ambientar ao novo mundo.O apressar o parto pode não ser a melhor solução pois o bebé precisa de tempo para se adaptar ao novo mundo ao qual está a chegar. Mais, ele precisa de vencer essa etapa por ele pois só assim ele aprende a lutar pela sua vida. O parto é um desafio que só ele pode vencer. Se lhe pouparmos esse trabalho ele nunca se vai sentir realizado.

Para além disto, temos que a passagem pelo canal uterino não é muito agradável uma vez que o bebé é bastante comprimido para poder passar por uma abertura tão pequena o que lhe poderá criar vários problemas.Muitas das vezes o uso dos fórceps, das ventosas ou o uso da “força” para ajudar ao nascimento acabam por agravar a situação ao invés de ajudarem. A intenção é boa mas….

Desta forma, o nascimento muitas das vezes pode acabar por ser um traumatismo muito marcante para o novo ser e muitas das vezes acaba por o acompanhar para o resto da vida.Muitos dos problemas dos bebés, das crianças e do adulto vêm de problemas do nascimento.Assim torna-se importante libertar o traumatismo do nascimento e todas as tensões criadas nessa altura se queremos que o bebé cresça saudável. A Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) ajuda a libertar quer o traumatismo quer muitas das tensões surgidas durante e após o nascimento. Ela em conjunto com a Libertação Somato Emocional têm dado muito bons resultados onde outras técnicas não o conseguiram. É importante que todos os pais e em particular as mães estejam conscientes do facto de que trazer um ser ao mundo não é apenas um acto de amor mas também é uma responsabilidade que passam a ter de assumir.

Como só nos sentimos bem quando eles estão bem, a solução só pode ser uma: ajudá-los a sentirem-se bem.A Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) pode e deve ser usada pela grávida para permitir que os seus tecidos se possam expandir mais facilmente e para assim proporcionar mais espaço e melhor ambiente para o seu bebé. De salientar que todo o trabalho de parto será muito mais rápido e facilitado se tiver feito Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) durante a gravidez.

O recomendável é que a mãe antes de engravidar faça a sua preparação quer com a Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) quer com a Manipulação Visceral para que assim o seu corpo possa estar muito mais receptivo às grandes mudanças que irão ocorrer ao longo de toda a gravidez. Da mesma forma ela pode usar esta terapia ao longo da sua gravidez para que esta seja mais suave e benéfica para si e para o seu bebé.

Aqui no nosso Consultório no Porto, na Rua da Boavista nº 754 – 2º Esq, estamos perfeitamente habilitados, inclusive pelo Institute Upledger, para aplicarmos esta técnica.

Osteopatia Gravidez – Dores Lombares – Tratamentos no Porto

OSTEOPATIA NA GRAVIDEZ
A actuação da Osteopatia na gravidez não é recente, mas muitas pessoas não têm consciência do seu potencial. Durante a gravidez, as mulheres podem ser seguidas pelo Osteopata, assegurando maior conforto, o que se poderá reflectir num parto mais fácil. Nesta fase procura-se dar maior libertação ao suporte ligamentar do útero e da pélvis, de maneira a evitar a cesariana.

As futuras mães carregam um peso precioso e o seu corpo tem de se adaptar a esse aumento e ao deslocamento do centro de gravidade. Isso pode ser particularmente difícil, podendo sofrer de dores nas costas e na bacia, de ciática e de alterações circulatórias. Podem também achar que coisas simples como caminhar, sentar ou virar na cama, se tornam desconfortáveis ou mesmo dolorosas.

Estes problemas são comuns na gravidez e muitas vezes são considerados normais. Dor ou desconforto é sinal de que o seu corpo está a sofrer e que precisa de ajuda.

A Osteopatia pode ajudar a proporcionar alívio de dores, melhorando a qualidade de vida e permitindo desfrutar da sua gravidez de forma confortável.

A segurança da mãe e do bebé são as principais preocupações do Osteopata. As técnicas osteopáticas são perfeitamente seguras em todas as fases da gravidez.

A gravidez não é uma doença, mas o sofrimento da mãe põe em sofrimento o bebé

gravidez dor lombar 2

Lombalgia – Tratamentos no Porto

Ora cá está um esboço sobre a Lombalgia, que encontrei na wikipedia, muito interessante:

“Denomina-se de Lombalgia ou Lumbago o conjunto de manifestações dolorosas que acontecem na região lombar, decorrente de alguma anormalidade nessa região. Conhecida popularmente como dor nas costas, a lombalgia é uma das grandes causas de morbidade e incapacidade funcional, tendo incidência apenas menor que a cefaléia entre os distúrbios dolorosos que mais acometem o homem. De acordo com vários estudos epidemiológicos, de 65% a 90% dos adultos poderão sofrer um episódio de lombalgia ao longo da vida, com incidência entre 40 e 80% da maioria das populações estudadas.

Inicia-se repentinamente e caracteriza-se pela intensidade da dor. Afeta também a região sacra. O paciente, ao tentar levantar-se de um modo inclinado, sente como uma chicotada na região lombar, derrubando-o no chão. Alguns momentos depois, consegue endireitar as costas, mas não consegue inclinar-se novamente.

Muitas pessoas sofrem com essas dores e elas são causas de incapacidade funcional e morbidade. O tipo mais conhecido de lombalgia é a de origem mecânica-degenerativa, caracterizada por distúrbio e/ou alteração funcional, sendo que a dor por um problema mecânico é causada pelo encurtamento dos músculos posteriores, ou seja, os músculos da região lombar, músculos posteriores da coxa e os músculos da perna.”

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lumbago